0

Siga estes passos e extraia muito mais sabor e vapor de suas ervas

em Nov 02, 2017

5 dicas para testar em seu vaporizador de ervas

Firefly 2

Vaporizadores são a forma mais limpa e saudável de consumir suas ervas, mas para os aficcionados, o importante mesmo é o sabor. Quando pensamos em investir em um vaporizador, queremos a garantia da qualidade e, óbvio, do sabor da erva.

Por natureza, os vaporizadores já foram desenhados com o pensamento de purificar o sabor das ervas e intensificar seus efeitos, mas temos algumas dicas que irão te ajudar a ir ainda mais além, e descobrir que sua experiência pode ser ainda mais satisfatória e intensa. 

Utilize ervas frescas

Magic Flight

Um vaporizador de ervas gera um resultado puro e saboroso, livre de toxinas, combustão e claro, livre do sabor queimado. Isto é possível pois sua forma de aquecimento gradualmente aquece e extrai todos os princípios ativos e essências de seus materiais frescos, concentrados ou líquidos. O resultado extraído de suas ervas ou concentrados é transportado pelo vapor dentro do fluxo de ar do vaporizador, da câmara ao bocal, e neste processo não tem contato algum com a queima de substâncias, ou seja, o vapor é puramente composto pelo que for extraído de suas ervas e concentrados. Por isso dizemos que o vaporizador é muito mais eficiente do que o metodo tradicional de combustão (queima) com papel ou seda, pois sua erva não terá influência de fumaça ou cinzas.

De qualquer maneira, o uso do vaporizador não significa que suas ervas irão durar para sempre, após alguns pegas, em alguns vaporizadores pode ser após 15 ou 20 sessões,  você começará a sentir um leve sabor de torrado, como o de uma pipoca queimada. Muita gente relaciona este sabor ruim à performance do vaporizador de ervas, mas na verdade significa que passou da hora de jogar aquela erva usada fora, pois todo o princípio ativo já foi extraido e vaporizado, sobraram apenas os resíduos. Então fique ligado na performance do seu vaporizador para identificar quando é hora de trocar suas ervas. 

Prepare bem suas ervas

O preparo de suas ervas varia bastante de acordo com a forma de aquecimento do seu vaporizador. Caso você possua um vaporizador de ervas com aquecimento por condução, você deverá moer suas ervas da forma mais fina possível, e na hora de preencher a câmara do vape, quanto mais compacto melhor. Assim o calor emitido pelo fundo do forno poderá ser transmitido para todo o conteúdo dentro da câmara, e suas ervas serão consumidas por igual, sem nenhum desperdício. 

Para vaporizadores com aquecimento por convecção o ideal é justamente o contrário, como o ar quente é enviado para dentro da câmara, passando entre as ervas e extraindo seus princípios ativos, o ideal é que as ervas não estejam tão finas e nem compactas, desta forma o ar facilmente conseguirá penetrar e fluir entre elas, gerando mais sabor e vapor. 

Vaporizadores com aquecimento híbrido, como o vaporizador Mighty ou o vaporizador Crafty não têm muitas regras para o preparo das ervas, o resultado final é basicamente o mesmo, com um destes vaporizadores você terá total liberdade para preparar e testar suas ervas de diferentes maneiras. 

Ajuste a temperatura do seu vaporizador de ervas

Vaporizador Crafty

Os vaporizadores de ervas disponíveis em nossa loja funcionam utilizando o método de aquecimento por condução, convecção ou ambos combinados. Estes métodos produzem o mesmo resultado de maneiras bastante diferentes, então caso você esteja acostumado com um vaporizador por condução, as suas confirgurações de temperatura não funcionarão da mesma maneira caso mude para um vaporizador por convecção, por exemplo. 

Com o vaporizador que usa o método de condução, suas ervas são colocadas em contato direto com o aquecedor, este tipo de aquecimento é mais rápido e naturalmente produz mais vapor, mas você deve ser cuidadoso para não ultrapassar o limite do sabor e entrar na combustão e no gosto torrado. O famoso e adorado Pax 3 é um excelente vaporizador com aquecimento por condução.

No vaporizador com aquecimento por convecção, o ar quente é transmitido em torno da câmara, aquecendo suas ervas sem contato direto com o forno aquecedor, o que é o caso do vaporizador Firefly 2 e do vaporizador de ervas Boundless CFV, por exemplo.

Você deverá testar diferentes níveis de temperatura até achar a ideal para sua vaporização, mas lembre-se, quanto mais alta a temperatura do vaporizador, mais denso e volumoso será o sabor, como tudo, esta é uma via de duas mãos, então quanto mais alta a temperatura, mais chances do gosto se tornar mais torrado também. 

Acessórios e componentes de vidro

Arizer Solo II

Se você ainda não escolheu seu vaporizador, busque por modelos que possuem componentes internos de vidro, como o vaporizador DaVinci Ascent, ou que possuem bocal de vidro, como o vaporizador Arizer Solo II. Os vaporizadores mais baratos possuem componentes em plástico, que apesar de completamente seguros, podem influenciar na pureza do sabor quando expostos a altas temperaturas. Vaporizadores com bocal e tubos de passagem de ar em vidro borosilicato. Este vidro é 100% resistente à choques termicos e altas temperaturas, e causa zero efeito no sabor do seu vapor. 

Faça a limpeza do seu vaporizador

Pax 3

O material vaporizado, seja erva, concentrado ou líquidos, naturalmente deixa resíduos na câmara onde é aquecido, no fluxo de ar dentro do vaporizador, e no bocal, onde entra em contato com a boca e a saliva. Você poderá reparar que dependendo do material, uma camada viscosa poderá grudar dentro do seu vaporizador. Todo esse residuo grudado desde a câmera até o bocal irá tornar o fluxo de ar menor e mais resistente, ou até mesmo bloquear os filtros e passagem de ar. Sem contar que a sujeira também irá estragar a textura suave e o sabor do seu vapor. 

A medida que este resíduo instalado no vaporizador de ervas for aquecido, assim como suas ervas, ele também irá liberar seus componentes, e em vez de um vapor puro e saboroso, você sentirá que está vaporizando lixo. Sem contar que o material viscoso pode super aquecer a câmara do vaporizador de ervas, ou até se queimar, criando combustão e fumaça.

Para limpar seu vaporizador de ervas, tanto nas partes internas quanto o bocal, você pode usar discos de algodão, as escovinhas de limpeza, agua morna e solução de álcool, lembre-se sempre de remover todo o alcool antes de iniciar sua próxima vaporização. Recomendamos que antes de colocar suas ervas novas, você sempre limpe a câmara, e de tempos em tempos o tubo de passagem de ar. O bocal, quando sentir que está grudento ou com gosto ruim, basta mergulhar em uma solução com alcool. Com todos estes cuidados o seu vaporizador de ervas estará livre problemas por falta de limpeza.


Foi adicionado ao carrinho
Caixa